Dicas de saúde Atividade física

02/02/2021 / 8 meses ½ atrás

Cuidados para voltar às atividades físicas pós-covid

Cuidados para voltar às atividades físicas pós-covid

Quem já teve Covid-19, precisa tomar cuidados redobrados ao voltar às práticas das atividades físicas, principalmente pelos possíveis efeitos do vírus no sistema respiratório e cardíaco.

A Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE) e a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) criaram um documento com as principais indicações para atletas profissionais e também para quem pratica atividade física como forma de lazer e busca pelo bem-estar. A gente separou os principais pontos e recomendações. Vem ver!

Qual é o momento ideal para voltar a praticar exercícios?

Antes de mais nada, é necessário fazer 14 dias de isolamento absoluto após o diagnóstico da Covid, tanto para atividade física, quanto para qualquer tipo de contato com outras pessoas. Após o período de quarentena, é preciso considerar as sequelas deixadas pelo Sars-CoV-2 e também como foi o período de infecção.

Para casos leves, os exercícios podem ser retomados após o período de isolamento, para casos médios e graves, depende da avaliação do médico responsável.

Ainda assim, para todos os casos, o retorno precisa acontecer de forma gradual. Saiba que seu desempenho físico pode ter sido alterado e que provavelmente precisará de mais tempo para voltar à rotina de antes.

Qual a frequência e intensidade ideal dos exercícios?

Para o retorno, podemos considerar as recomendações da OMS: 150 minutos de exercícios aeróbicos leves ou moderados por semana ou 75 minutos de atividades intensas. E até dois treinos de força semanais. 

Mas lembre-se de ir voltando aos poucos, respeitando seu corpo e os sinais que ele dá.

  • Para casos leves ou assintomáticos

A SBMEE e a SBC recomendam que, mesmo nos casos mais leves, é importante realizar exames pós-Covid, como o ecocardiograma, que tem como objetivo checar o funcionamento do coração. Esse exame também pode ser complementado por outros de sangue, caso haja necessidade ou queixas do paciente. 

Após a avaliação dos resultados, pode-se organizar um retorno à prática de exercícios de forma eficiente e segura.

  • Para casos médios e graves

Nesses casos, é preciso ter ainda mais cuidado e a avaliação deve ser individual, de caso para caso. Isso porque situações de internação por Covid-19 correm mais riscos de ter sequelas cardíacas, como miocardites.

A escolha dos exames complementares para avaliar cada caso, vai depender do médico responsável. Mas alguns podem ser adicionados, como o teste cardiopulmonar de exercício (TCPE), que avalia a capacidade de ventilação dos pulmões.

Para todos os casos de pessoas que tiveram coronavírus, é muito importante manter contato com seu médico, pelo menos até 60 dias após o diagnóstico. Isso vai ajudar em uma avaliação da evolução mais de perto e também garantir total segurança com as possíveis sequelas. 

Sinais como palpitações, fadiga ou falta de ar desproporcional ao praticar atividades físicas não devem ser menosprezados. Procure um médico!

Fonte: Veja Saúde

Conta pra gente o que achou!

0 comentário

Deixe seu comentário

Comentário

Nome

E-mail

Quanto é 1 + 5?

NEWSLETTER

Digite seu e-mail

Não se preocupe, também não gostamos de SPAM :)